segunda-feira, 10 de outubro de 2011

De volta pra estante #38: Te amo, te odeio, sinto tua falta.



J,
Sou eu. Estou em casa, embora não me sinta em casa. Não sem você.

   Acho que o motivo de ter me interessado por este livro foi o título: achei curioso esta diferenças de sentimento para com alguém. A capa também é belíssima – e sim, eu julgo um livro pela capa!
   A história não deixou a desejar. Este livro de Elizabeth Scott foi uma experiência melhor do que a anterior – Menina Morta Viva, cuja resenha estou devendo até hoje…

te amo te odeio

Nome: Te amo, te odeio, sinto sua falta
Autora: Elizabeth Scott
Sinopse: Já se passaram 75 dias. Amy está cansada do interesse súbito que seus pais tomaram nela. E ela está realmente cansada das pessoas perguntando por Julia. Julia se foi, e ela não quer falar sobre isso. Eles não entenderiam, de qualquer maneira. Eles não entenderiam como é ter sua melhor amiga arrancada de você. Eles não entenderiam como é saber que foi sua culpa. O terapeuta de Amy acha que ajudaria se ela escrevesse um diário. Ao invés disso, Amy começa a escrever cartas para Julia. Mas à medida que escreve as cartas, ela começa a perceber que o passado não foi tao perfeito como ela pensava - e que o presente merece uma chance também.
Editora: Underworld

   Amy está saindo da reabilitação; ela foi internada por beber demais, e para aprender a lidar com a morte trágica de sua melhor amiga, Julia. 75 dias atrás ela saiu de uma festa com Julia, que estava bêbada – assim como Amy – e ainda tinha acabado de passar por um choque emocional. Não deu outra: as duas sofreram um acidente de carro, que para Julia, que estava na direção, foi fatal.

   A outra conseguiu sair do ocorrido sem muitos danos físicos, mas os danos psicológicos foram muito grandes: ela se sente culpada pela morte da amiga, e pensa até em se matar. Com todos estas tribulações, seus pais resolvem interná-la em Pinewood para que ela se recupere.

   A encontramos justamente no dia em que ela recebe alta. Mesmo assim, ela ainda está abalada. Não há mais porque viver, sua melhor amiga não estaria ali para fazê-la rir, ou compreendê-la. Seu terapeuta recomenda que ela comece a escrever um diário, mas ao invés disto ela começa a escrever para a falecida amiga. O livro é assim: intercala com as narrativas de Amy sobre seu dia-a-dia e as cartas que ela escreve à Julia, que é quando ela realmente rasga seu coração, e podemos perceber como isto afetou fortemente sua vida.

   Pode ter sido a TPM, seja lá o que for, mas chorei, e não foi pouco, com este livro. Li-o em um dia, e ao longo da leitura fui refletindo sobre a minha vida, lembrando da minha BFF (BEGÔ! <3), e de como eu iria viver sem ela. Me coloquei no lugar de Amy, e deve ter sido isto: consegui sentir a personagem; suas angústias, suas tristezas e demais sentimentos. Achei incrível o modo como Elizabeth foi construindo a personalidade de Amy ao longo do livro, mesmo sendo ela contando a história, ou seja, ela não foi caracterizada por outras pessoas.

   Recomendo o livro, é uma boa história, mesmo que tenha lá suas partes de ‘adolescente dramática, mode: on’.

   Sobre Menina Morta-Viva: vou relê-lo e aí digo o que achei. A primeira vez foi um pouco… forte. ;D


7 comentários:

  1. Oii
    Miii.
    Tudo bem?

    Aaai, desde o lançamento eu tinha me encantando com essa capa e sim, somos do mesmo time, julgadoras de livro pela capa. haha

    Quero ler, ainda mais depois dessa sua resenha, vc gostou mesmo hein?
    Me emprestaaaaa. #aloka

    Beijos
    ^^

    ResponderExcluir
  2. Ei Mirian!
    Eu ADORO livros com ‘adolescente dramática, mode: on’.
    Ai, ai... primeira resenha que leio sobre este livro. Ele já estava na lista do skoob, agora vai para os desejados. A história parece ser diferente da que estamos habituadas.

    Ahh... e a capa é msm um luxo! (E eu tb compro pela capa).

    Bjins

    ResponderExcluir
  3. Oi, tudo bom?
    Já ouvi falar desse livro e queria muito ela para mim, ams é esperar uma promoção, ams adorei a sinopse dele, valeu pela recomendação, já ta na minha lista.
    Bjs*-*
    Dá uma passada lá no blog tbm.
    http://territoriodascompradorasdelivro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. ESTÃO ROLANDO VÁRIOS SORTEIOS NO BLOG.
    AGORA ENTROU MAIS UM, DO KIT IMAGINAYRE
    Participe.Não perca essa!
    www.Imaginayre.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. To super louca par ler este livro, a Editora Underworld está de parabéns!
    Comprei alguns livros que foram lançamentos da Editora Underworld, mais esse eu deixei para trás porque tem alguns que são mais prioridade!
    Adorei a resenha, ficou ótima!
    Beijokas enormes
    Briana
    Meu Livro Rosa Pink
    http://meulivrorosa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Nossa, julgando pela capa e pelo título, imaginei uma coisa totalmente diferente! Então o livro é mais sobre a amizade das duas e a falta que a protagonista sente da melhor amiga? Nossa, que fofo! Agora quero resenha de Menina Morta-Viva que você falou! Acabei de conhecer seu Blog, achei MUITO fofo!

    Um beijo!
    Ni, http://flywithni.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Eu quero muuito ler esse livro. O título também me deixou bem curiosa e eu achei a capa linda!

    Gabi - Livros & Vagalumes
    @livrosvagalumes

    ResponderExcluir

Agradeço o comentário!
Volte sempre! (:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Booker Queen! © 2012 | Layout por Chica Blogger| Modificado e hospedado por Miriam Pires| Ícones de redes sociais por Mariana Frioli.